Team Building: a coesão através de jogos imersivos

Treinar a confiança com o exercício de se deixar cair para o colega o apanhar, é uma atividade ultrapassada. A melhor forma de criar laços e coesão é dar uma missão à sua equipa, um objetivo comum num tempo limitado…
“É meia noite, os relógios páram e a porta fecha-se… restam-vos 60 minutos para escapar” são as últimas palavras do Game Master que introduz a narrativa do jogo.

Os Escape Games, ou Jogos de Fuga, são jogos interativos a realizar em equipa e que tem como objetivo “escapar” de uma sala cheia de desafios e enigmas. Para ganhar o jogo, as equipas têm de encontrar pistas e resolver os desafios, no tempo limite. Com a estratégia certa e uma boa gestão de tempo, as equipas podem, eventualmente, encontrar a chave da saída antes do tempo terminar.

Os Escape Games são reconhecidos por requererem um conjunto de competências como o trabalho em equipa, pensamento lateral e estratégico, atenção ao detalhe e comunicação que transforma esta, numa atividade cheia de potencial para exercícios de Team Building. Recentemente, estas atividades têm suscitado o interesse de diversas instituições de educação pelos mesmos motivos.

Para ser bem-sucedido nos Escape Games não importa a idade, género, formação académica ou conhecimento pois o sucesso está dependente apenas da conexão entre os elementos que compõe a equipa.

O primeiro Escape Room surgiu no Japão há, aproximadamente, uma década pelas mãos de Takao Kato que quis transformar um jogo virtual numa experiência real. Desde então tornou-se numa atividade adotada internacionalmente. Estima-se que há mais de 3000 Escape Room pelo mundo com caraterísticas diversificadas. Há jogadores que valorizam os desafios e enigmas que enfrentam durante o jogo, outros colocam a sua preferência na narrativa e cenário.

Os desafios podem tomar várias formas ou estilos dependendo da criatividade do designer do jogo. Como um todo, os enigmas são coerentes com a narrativa da sala, precisam de se relacionar entre si e ser compreensíveis uma vez que a informação necessária para o resolver tem de estar disponível na sala. Sendo um jogo de equipa, é frequente ser fundamental o envolvimento de mais do que um elemento para ser bem-sucedido na resolução de um determinado desafio. As narrativas podem ser inspiradas em diversos temas: futuristas, representativas de anos passados, fantasia, ciência/laboratório, horror, entre outros.

Independentemente das preferências, viver um Escape Game é, sem dúvida, uma experiência entusiasmante e uma oportunidade de construir o sentido de camaradagem e cooperação pois essa é a verdadeira chave para o sucesso.

Quer saber mais sobre Team Building e Escape Games?

Contacte-nos: geral@enigmind.pt

Sobre o autor: enigmind

Foto Autor

Seguir enigmind no

Mais artigos de

Leave a Reply

Your email address will not be published.